07/08/2006

Arde Galiza

O fogo trouxe de novo a tragédia à Galiza, con três vítimas mortais e milhares de ha queimadas.

Embora nenhuma parte da Europa atinja cifras semelhantes às que se temos cá, para muitos galegos, os incêndios florestais já são parte da paisagem quotidiana deste País.

Viver das rendas dum urbanismo tão lucrativo como cruel, as indústrias do tabuleiro e da pasta de papel em base às espécies de crescimento rápido (pinheiro e eucalipto), as vinganças vandálicas entre vizinhos, a falta de sensivilidade social e a legge della omertà perante estas acções e a crise da estrutura rural converteram à Galiza no cenário perfeito para este inferno um ano mais.

No entanto, saibam que quem brinca com o fogo normalmente queima-se.