07/08/2006

Arqui-chatices

O território galego tem sido invadido por uma arquitectura de má qualidade, sem que tal provoque significativo sobressalto da sociedade ou da classe política.

Mesmo em cidades com uma excelente arquitectura como A Corunha, nas últimas décadas tem-se assistido a uma sucessiva demolição de bons edificios antigos para serem substituidos por novas peças de péssimo gosto.

Se existe uma arquitectura de má qualidade, isto não se deve à falta de arquitectos, como o desordenamento do território não é por falta de bons engenheiros.

Má arquitectura e mau urbanismo não são problemas independentes mas consecutivos. A educação no bom gosto é vital: não vale tudo.