02/08/2006

Outsourcing / Insourcing

Ilustração: Tirada por Xisbe. A comida para levar é um exemplo de outsourcing doméstico.

O outsourcing é o conceito de moda nas empresas europeias. Poder-se-ia traduzir como uma “externalização” de actividades da empresa principalmente para reduzir custos (a clássica sub-contratação) ou porque não se possui o know-how. O aumento da competitividade dos mercados forçou as empresas a passarem a concentrar os seus melhores recursos no seu negócio vital. Por outro lado, há cada vez mais especialistas no mercado dispostos a resolver qualquer problema a qualquer lugar e hora.

Os projetos de outsourcing não estão isentos de perigos. Podem fracassar devido à falta de envolvimento por parte do chefe executivo, à perda de controlo do projeto, a tendência em considerar o outsourcing como um fim ou as dificuldades de comunicação e adaptação.

A inovação, o talento e a criatividade não surgem por geração espontânea e têm muito a ver com uma visão global das coisas. O conceito oposto ao outsourcing é o insourcing; uma ferramenta para gerir que visa a agregação de uma tarefa até então desempenhada noutro ponto da cadeia de valor. Pode ajudar às empresas a crescer, a inovar e diversificar-se mas fazem falta pessoas com uma formação geral (não especialista) de engenharia e de gestão.