14/11/2013

Prestige: memória de uma tragédia

Em novembro de 2013, um tribunal ilibou todos os acusados no caso Prestige, não determinando quaisquer culpados para a maior catástrofe ambiental que até o momento havia sacudido a costa galega: o afundamento e posterior derramamento de milhares de toneladas de fuel-oil por parte do petroleiro em novembro de 2002.
Obrigado aos mídia portugueses por nos terem oferecido informação certa naqueles momentos.