02/04/2014

A engenharia em Angola (II)

"[Angola] é um país bom para jovens licenciados que tenham vontade de trabalhar. Não é um país para quem tem vontade de aprender. Aqui infelizmente não se aprende muito.

O estilo de vida é claramente solitário (...) trabalho 6 dias por semana até 14 horas ao dia.

Gostar nunca gostamos de início (...) aprende-se a gostar."

Paulo Esculcas, 38 anos, engenheiro civil na Angola. Visto na IOL Economia e na TVI. Entrevista recomendada em relação com o post A engenharia em Angola (I).